13ª chacina na grande SP deixa 3 mortos e 2 feridos

Cinco pessoas de uma mesma família foram vítimas de atiradores dentro da própria residência, no final da tarde de ontem, em um bairro da periferia da zona Sul da cidade de São Paulo. O saldo foi de 3 mortos e 2 feridos, caracterizando mais uma chacina na capital paulista (8ª) e totalizando 13 crimes do mesmo tipo em toda a região metropolitana de São Paulo.Por volta das 17h30, vários homens, armados de pistolas, invadiram um barraco no interior da Favela do Ingaí, no Balneário Mar Paulista, no bairro da Pedreira, ao lado da represa Billings, na zona Sul, e, antes de atirarem contra as cinco pessoas, pediram para que as crianças se escondessem sob as camas.Morreram no local Maria Isabel da Silva, 62, e Renata Isabel da Silva, 23. Policiais militares da 2ª Companhia do 22º Batalhão encaminharam, ao Pronto-socorro do Hospital Geral de Pedreira, Quitéria Josefa da Conceição, 34, Ana Paula da Silva, 17, e Carmozina Maria de Jesus, 90, bisavó de Ana.Quitéria morreu no meio da noite de ontem e as outras duas vítimas continuam inernadas em estado grave. Segundo testemunhas, um parente das vítimas, cujo nome não foi revelado, teria se desligado de uma quadrilha de assaltantes e traficantes de droga da região logo após recusar-se a realizar mais um crime com o bando, o que gerou revolta nos comparsas, que prometeram vingança contra a família do rapaz.Com mais essa chacina, sobe para 46 o número de vítimas fatais e para 4 o número de sobreviventes em crimes deste tipo até o momento na grande São Paulo. O caso foi registrado no 98º Distrito Policial, do Jardim Miriam, pelo delegado Rafael Lodi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.