15 de junho de 1909

TERÇA-FEIRA

, O Estadao de S.Paulo

15 de junho de 2009 | 00h00

(Rio) Falleceu o dr. Affonso Penna. O sr. Nilo Peçanha, vice-presidente da Republica, foi chamado, a toda a pressa, para assumir o governo da nação, visto o estado gravíssimo do dr. Affono Penna, cujo desenlace era esperado a cada instante. As últimas palavras pronunciadas pelo dr. Affonso Penna,em seu leito de agonia, foram estas: ''Deus, Patria, Família e Liberdade''. O attestado de óbito dá como ''causa mortis'' uma grippe, aggravada de nevrite-pneumo-gastrica. Realisam-se amanhan, no Posto Zootechinico Central, na Moóca, experiências de destruição dos grandes formigueiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.