2 turistas executados no Guarujá. Porque um era policial

O cabo do exército Marcel Rodrigues Gonçalves, de 21 anos, e o estudante José Carlos de Souza Júnior, de 21, tiveram de esperar de joelhos, com as mãos amarradas, que os marginais cavassem uma cova. Quando ela ficou pronta, cada um deles recebeu um tiro na nuca. O motivo: Marcel era militar. Os dois amigos eram de Jundiaí, estavam em Praia Grande com a família e foram na noite de sexta-feira ao Guarujá assistir ao show da banda Charlie Brow Júnior. Ao parar os carro na praia da Enseada, foram surpreendidos pelo bando de assaltantes. Durante o assalto, Rodrigo Bezerra dos Passos, de 23 anos, viu os documentos do cabo e resolveu matá-los. Foram levados para a favela Nova Aldeia, no distrito de Vicente de Carvalho, e ali executados num crime que chocou a Baixada Santista. Os corpos foram encontrados no final da noite de domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.