20 brasileiros são presos na Espanha com documentos falsos

Eles trabalhavam em Gerona usando identidades portuguesas falsas e irão responder a processo de expulsão

Efe,

16 de novembro de 2007 | 12h52

A polícia espanhola deteve 20 imigrantes brasileiros que trabalhavam na região da Catalunha, no nordeste da Espanha, e que se faziam passar por portugueses com documentos de identidade falsificados. Eles responderão a processo de expulsão por estadia ilegal no país. As investigações policiais começaram no fim de semana passado e terminaram na quinta-feira com a localização e detenção dos 20 brasileiros em uma empresa em Cornellà del Terri, na província de Gerona, onde trabalhavam. Os detidos foram acusados de crime de falsidade ideológica e com eles foram apreendidas 15 carteiras de identidade portuguesas, um documento de identidade italiano e certificados de inscrição de alta na Seguridade Social, todos falsos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.