20 de agosto de 1909

SEXTA-FEIRA

, O Estadao de S.Paulo

20 Agosto 2009 | 00h00

(Rio) Uma diligencia da policia, effectuada na casa de Dilermando de Assis, demonstra que a viúva de Euclydes da Cunha alli pernoitou antes do crime. Encontraram-se também alli roupas de seu uso, algumas sujas. Constata-se também que Euclydes da Cunha fôra ferido mortalmente quando estava no jardim. Os termos da resposta da Grecia são inteiramente conciliadores. Lastima a nova queixa da Turquia, assim como a agitação na Macedonia. Declara que se esforçará para que seja restabelecida a ordem e o respeito em Creta; que se conformará com a decisão das potencias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.