20% param na Zona Azul e não pagam

CET diz que fiscalização melhorou e desrespeito caiu desde dezembro

Naiana Oscar, O Estadao de S.Paulo

29 Maio 2009 | 00h00

Dois em cada dez motoristas estacionam de graça nas vagas de Zona Azul de São Paulo. Essa estimativa foi feita no mês passado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Nas 472 vagas da região da Liberdade, por exemplo, identificou-se que 22% estacionam o veículo sem comprar a folhinha ou ultrapassam o tempo limite de duas horas. Em dezembro, esse índice chegou a 28%. O dado foi divulgado pelo gerente de Estacionamento da CET, Celso Buendía, durante audiência na Câmara Municipal. Buendía classificou o resultado da pesquisa como um "termômetro" da eficiência da fiscalização. Por ano, a Prefeitura arrecada em média R$ 40 milhões com a venda de talões de Zona Azul. O custo para operar o sistema consome metade desses recursos. Só em 2008 foram registradas 392.591 autuações por estacionamento irregular nas vagas regulamentadas. A CET conta com um contingente de 280 agentes para fiscalizar exclusivamente as vagas de estacionamento regulamentadas, além de marronzinhos e policiais militares habilitados, que também pode aplicar esse tipo de multa."O motorista sabe que em alguns locais o fiscal não dá conta de checar todos os carros e acaba burlando a regra mesmo", disse Reno Ale, diretor de Comunicação do sindicato dos marronzinhos. Para dar conta das 33 mil vagas de Zona Azul, Ale ressalta que os agentes deveriam trabalhar em dupla e percorrer áreas menores. Sabendo dessas dificuldades, o empresário, André Lara, costuma parar "rapidinho" nas vagas, sem pagar, quando sai para visitar clientes. "Todo mundo faz isso, mas não em qualquer lugar, porque em algumas ruas há batalhões de marronzinhos."Uma outra pesquisa realizada com 1.200 usuários de Zona Azul identificou que 75% deles deixam o carro em estacionamento regulamentado de 1 a 6 vezes por semana. As áreas com maior número de "usuários frequentes" são as das Ruas Silva Teles (Brás), Liberdade e José Paulino (Bom Retiro) e Praça Charles Miller. Desde o ano passado, a Prefeitura vem instalando mudanças no sistema de Zona Azul, com o corte de vagas em algumas ruas e a criação em outras. A região do Itaim Bibi, na zona sul, foi a última a sofrer alterações, antes da Vila Olímpia. FRASESReno AleDiretor do sindicato dos marronzinhos"O motorista sabe que em alguns locais o fiscal não dá conta de checar todos os carros " André LaraEmpresário"Todo mundo faz isso"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.