200 mil litros de óleo podem ter vazado em Tamboré

Uma nova estimativa dos técnicos daPetrobras indica que 200 mil litros de óleo vazaram ontem àtarde de um duto no condomínio residencial Tamboré I, em Barueri na Grande São Paulo, segundo a Secretaria Estadual do MeioAmbiente de São Paulo. Os técnicos ainda estão trabalhando parafazer uma análise mais precisa. A primeira estimativa daPetrobras era de que 30 mil litros tinham vazado depois dorompimento do duto, que fez jorrar óleo por quase meia hora eafetou duas casas. Constatou-se que o furo no duto tem 38 centímetros deextensão por sete centímetros de largura. Também foi verificadoproblemas de corrosão que podem ter causado o rompimento doduto. O secretário estadual do Meio Ambiente, Ricardo Tripoli,disse ontem que havia indícios de que o duto estvadesgastado. Mais de 600 pessoas estão trabalhando no condomínio,entre técnicos da Petrobras e de empresas contratadas por ela. ACompanhia de Tecnologia em Saneamento Ambiental (Cetesb)acompanha os trabalhos de emergência dos técnicos. Um sobrevôofeito hoje pela manhã confirmou que as barreiras de contenção deóleo colocadas no Rio Tietê contiveram a pequena quantidade deóleo que atingiu suas águas, na altura das obras do Rodoanel. Ostécnicos farão o jateamento nas galerias de águas pluviais e estão recolhendo o óleo que vazou nas ruas e no solo às margens doCórrego Cachoeirinha, afluente do Tietê. Duas escavadeiras trabalham na retirada da terra nopequeno morro onde está o duto que se rompeu, já que todo o solocontaminado deverá ser removido. Uma outra equipe trabalha comcaminhões vácuo, que recolhem o óleo. Os técnicos aplicarammaterial absor vente no morro e centenas de metros de barreirasabsorventes e de contenção já foram usadas nas ruas, calçadas enas casas. Todo o solo dos jardins também será removido. Os trabalhos de troca do trecho avariado da tubulaçãofoi iniciado pela manhã. Há urgência na retirada do produto dalinha porque o óleo pode se solidificar e comprometer o sistemade duto da Petrobras. Essa tubulação sai do Terminal de Baruerida empresa para a Refinaria de Paulínia (Replan). O presidente da Petrobras, Henri Philippe Reichstul,disse ontem que a empresa irá pagar todos os prejuízos."Inclusive levamos conosco para o Rio de Janeiro um pedaço dotijolo usado na construção de uma das casas para avaliarmos edescobrirmos a melhor forma de limpá-lo", contou. Tripoli afirmou que vai pedir à direção da Petrobras quefaça uma vistoria geral em todos os seus dutos que passam emáreas urbanas e de preservação ambiental, para evitar que novosacidentes aconteçam. A Petrobras deverá enviar uma nota oficialfalando sobre o trabalho já feito no condomínio ainda estatarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.