22 de junho de 1908

(Genova) Um grupo de syndicalista e anarchistas, tendo ido á redacção do Lavoro pedir informações sobre a gréve de Parma, provocou um conflicto em frente ao jornal. Um tiro de revólver partido do grupo de grévistas, matou o operario de 40 annos de edade, empregado como porteiro da camara do trabalho.Annunciam de Madrid que devem começar aproximadamente as experiencias do telegrapho sem fio ligando Teneriffe á Costa de Pernambuco na distancia de seis mil kilometros.Calcula-se pela marcha que vão levar os trabalhos de radiographia planeados pelo governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.