25 presos fogem por túnel no litoral paulista

Vinte e cinco presos do Cadeião de Praia Grande fugiram durante a madrugada desta terça-feira. Os detentos escaparam por um túnel de aproximadamente 30 metros. A saída ficava ao lado de um banheiro construído recentemente para visitantes, num lugar em que os vigias não podiam perceber o que estava ocorrendo, segundo a polícia. Quando os policiais viram os presos do lado de fora do cadeião começaram a atirar. "Pelas dimensões do túnel, podia ter havido uma fuga de maiores proporções, mas foi contida a tempo", afirmou o diretor do presídio, delegado Cláudio Rossi.Na sexta-feira, o presídio havia passado por uma vistoria pela tropa de choque da Polícia Militar, na qual foram apreendidas algumas armas e dois telefones celulares, mas o túnel não foi descoberto.Esta foi a terceira fuga por túnel em três anos. "Descobrimos nesse tempo outros túneis e abortamos inúmeras fugas". Segundo o diretor, o terreno onde foi construído o presídio tem um solo propício às escavações, já que é uma área de mangue aterrada. O presídio tem capacidade para 512 presos e estava com 881. Até o final da tarde, nenhum dos fugitivos foi recapturado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.