Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

27 venezuelanos chegam ao Rio em ação de interiorização de refugiados

Chegou a 1.098 o número de venezuelanos transferidos a outros Estados

Fábio Grellet e Mariana Haubert, O Estado de S. Paulo

30 Agosto 2018 | 22h30
Atualizado 31 Agosto 2018 | 15h54

RIO - Vinte e sete venezuelanos chegaram ao Rio às 21h45 desta quinta-feira, 30, transportados de Boa Vista (RR) em avião da Força Aérea Brasileira. Foi o oitavo voo do processo de interiorização de venezuelanos promovido pelo governo brasileiro. Antes do Rio, o mesmo avião já tinha levado 60 imigrantes para a cidade paranaense de Goioerê e 4 para Brasília.

Com o voo desta quinta, sobe para 1.098 o número de venezuelanos transferidos a outros Estados, desde abril, pelo programa de interiorização. Nas viagens anteriores, foram transportados solicitantes de refúgio e residência para São Paulo, Manaus, Cuiabá, Conde (PB), Igarassu (PE), Rio de Janeiro, Brasília e João Pessoa.

Segundo o governo federal, todos os selecionados aceitaram participar da interiorização, foram vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil - inclusive com CPF e carteira de trabalho. A interiorização é uma iniciativa criada pelo governo para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros Estados brasileiros.

Brasília

Quatro integrantes de uma mesma família de refugiados venezuelanos chegaram na tarde desta quinta-feira a Brasília. O grupo foi levado para um abrigo onde receberá apoio até que possa se manter por conta própria. O abrigo que os recebeu é o mesmo que acolheu um grupo de 50 refugiados venezuelanos em julho. De acordo com a Casa Civil, 20 adultos do primeiro grupo já estão trabalhando em Brasília e parte dessas pessoas já deixou o abrigo. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.