32 presos usam túnel para escapar de CDP

Trinta e dois presos do Centro de Detenção Provisória 2 de Osasco fugiram ontem de madrugada por um túnel que dava saída para a Rodovia Raposo Tavares, altura do km 20 . O Jornal da Tarde apurou que a direção do CDP havia sido alertada na semana passada sobre uma possível tentativa de fuga. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), porém, alegou "motivos de segurança" para não se manifestar sobre o caso. A fuga teve início às 4h30. Por pouco mais de duas horas, os detentos fugiram, um por um, até que a movimentação fosse percebida pelos guardas. A saída do buraco fica perto da guarita da muralha. Até as 20 horas de ontem, apenas quatro foragidos haviam sido capturados. Conforme a SAP, a corregedoria do sistema penitenciário já instaurou inquérito para apurar as causas da fuga. Não foram informados qual a população carcerária do local, sua capacidade e se houve transferência de presos por causa das fugas. Nos últimos 15 dias já ocorreram quatro fugas e duas tentativas no Estado. A última fuga tinha ocorrido no dia 4, em São Vicente: também por meio de um túnel, 11 detentos escaparam. Dois dias antes, 25 presas da Cadeia Pública de Itupeva tinham sido libertadas por um casal que dominou guardas. Em 28 de agosto, dois detentos fugiram algemados de um carro que os transferia de prisão, em Sorocaba. No dia seguinte, três presos morreram quando tentavam fugir por um túnel do Centro Hospitalar do Carandiru. E, no dia 6, dois policiais foram mortos durante uma tentativa de resgate em Bauru.

Ana Carolina Moreno, O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2012 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.