37 presos fogem por túnel de CDP em Taubaté

Trinta e sete presos fugiram na tarde de ontem do Centro deDetenção Provisória de Taubaté, no Vale do Paraíba. A fuga aconteceupor um túnel cavado em uma cela do raio 4, às 16 horas, quando asfamílias ainda visitavam os presos. Houve troca de tiros, confusão ecorreria. A Polícia Militar foi acionada. Policiais de Taubaté,Tremembé e Pindamonhangaba cercaram as imediações do presídio, que atualmente abriga 1.280 homens.Na tentativa de impedir a fuga,os guardas de muralha atiraram. Ostiros assustaram os parentes dos presos,que saíram apavorados. "Ouvimuitos tiros, eu não sei o que está acontecendo", dizia uma mulher, quecorria com crianças para fora do cadeião. Um tiro acertou um preso, que,segundo a PM, ficou levemente ferido. "Foi um tiro de raspão. O presojá foi levado ao Pronto Socorro", afirmou o comandante da operação,Capitão Antonio Amaral. As viaturas vasculharam os bairros próximos do CDP e quatro foramrecapturados. O CDP de Taubaté tem capacidade para 768 presos. Construído com chapasde aço para evitar fugas, o CDP teve um investimento por parte dogoverno estadual no valor de R$ 5,7 milhões de reais. Na época, osengenheiros responsáveis pela obra garantiram que o local era desegurança máxima e uma fuga seria praticamente impossível. A Secretaria de Administração Penitenciária do Estado informou que umasindicância será aberta para investigar a responsabilidade das fugas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.