44,7% dos vôos da Gol estão atrasados devido à nova pane

Segundo a Infraero, a maioria dos atrasos é conseqüência da nova pane que afetou a empresa aérea

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

21 de dezembro de 2008 | 15h57

A Infraero registrou atrasos em 22,4% dos vôos programados no País. Até as 16 horas deste domingo, 21, das 929 operações previstas, 208 sofreram atrasos superiores a meia hora. Segundo a estatal, a maioria dos atrasos é conseqüência da nova pane que afetou a empresa aérea Gol nesta manhã. Os passageiros da empresa são os mais prejudicados, já que 142 dos 318 vôos da companhia atrasaram, o que representa 44.7% dos vôos. No sábado, 20, problemas por uma falha no sistema automático de controle de despachos da mesma empresa aérea levaram a grandes atrasos nos aeroportos brasileiros.  Veja também:Falha da Gol agrava atrasos nos aeroportos brasileiros De acordo com o boletim mais recente da Infraero, no Aeroporto de Brasília, no Distrito Federal, dos 70 vôos previstos, 24 atrasaram (34,3%) e três foram suspensos (4,3%).  No Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, 48 dos 174 vôos programados tiveram atrasos superiores a meia hora (33,6%) e cinco foram cancelados (3,5%).  O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, contabilizou oito atrasos de um total de 87 vôos previstos (9,2%). Os cancelamentos no terminal atingiram 12 operações (13,8%).  Já no Rio de Janeiro, os passageiros de 25% das operações do Aeroporto do Galeão aguardaram mais de meia hora para embarcar ou desembarcar. Ali, dos 80 vôos programados, 20 atrasaram. Nenhuma operação foi suspensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.