50% dos recursos da Carta de Crédito vão para imóveis novos

Pelo menos 50% do valor destinado ao programa Carta de Crédito terá de servir ao financiamento da aquisição ou construção de moradias novas. Essa determinação consta de instrução normativa assinada hoje pelo ministro das Cidades, Olívio Dutra, que entra em vigor em 1º de julho. Segundo informação da assessoria do ministro, o objetivo da medida é reduzir o déficit habitacional e contribuir para a criação de emprego e renda no País. O programa Carta de Crédito é financiado com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No ano passado, 70% desses recursos foram direcionados para a aquisição de imóveis usados e 30% serviram à compra ou construção de imóveis novos. Para este ano, os recursos previstos para o programa são de aproximadamente R$ 2 bilhões.

Agencia Estado,

16 Junho 2003 | 22h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.