50 mil comemoram na Paulista

Cerca de 50 mil pessoas , de acordo com a estimativa da Polícia Militar, se encontram nesse momento na Avenida Paulista, em São Paulo, comemorando o pentacampeonato brasileiro. De acordo com o major Antonio Carlos Goulart, que supervisiona a segurança no local, 300 policiais foram mobilizados para a Paulista. Ainda de acordo com o major, não houve registro de nenhuma ocorrência grave e a situação é considerada tranqüila. A PM não estima quantas pessoas ainda devem se dirigir para a Paulista durante o dia. Normalmente, nas comemorações referentes à vitória dos clubes em campeonatos nacionais, a média de torcedores na avenida é de 20 a 25 mil pessoas.No pronto socorro montado para atender ocorrências médicas, há uma ambulância de prontidão. Segundo Angela Regina Abujabra, uma das enfermeiras, os casos mais atendidos foram referentes a queimaduras e alcoolismo. Um rapaz aparentamente perdeu todos os dedos da mão direita por conta de uma explosão de fogos de artifício e foi encaminhado ao Pronto Socorro para o Hospital das Clinicas. Segundo Angela, uma equipe de 20 pessoas, entre motoristas, enfermeiros e médicos, estão trabalhando no pronto socorro. O trânsito na Avenida Paulista está interrompido e o trio elétrico Tomate Cru está no cruzamento da Avenida com a rua Alameda Campinas, animando os torcedores ao som de Axé.Já na Avenida Sumaré, o trânsito ficou complicado. Na frente do restaurante Juca Alemão, tradicional ponto da comunidade alemã na capital paulista, vários carros pararam, ocupando todas as faixas no sentido da marginal Tietê. Os torcedores que saíram para a rua depois da vitória da Seleção Brasileira sobre a seleção alemã promovem um buzinaço na frente do restaurante, que serve pratos típicos da Alemanha. Também na Avenida Sumaré, no sentido da rua Henrique Schaumann, um grupo de cerca de 15 torcedores fechou parcialmente a pista na altura do rua João Ramalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.