506 imóveis podem desabar em São Luís

Uma pesquisa divulgada hoje pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do Maranhão aponta que 506 imóveis de São Luís estão ameaçados de desabamento por causa das chuvas registradas na cidade no período de inverno, que vai de janeiro a junho. A pesquisa incluiu 1.329 imóveis do centro histórico, no período de junho a dezembro de 2000.Dos prédios pesquisados pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, 52 foram interditados e 21 famílias tiveram de ser desalojadas. O Ministério Público Estadual está notificando os proprietários para que façam as restaurações nos prédios. O centro histórico é a área mais ameaçada. "As fortes chuvas têm provocado infiltrações nas estruturas dos prédios e danificado os telhados", explicou o coronel Juarez Moraes, sub-chefe do Corpo de Bombeiros.Nos últimos dois anos, cinco casarões coloniais tombados pelo patrimônio federal desabaram em São Luís. A pesquisa revela que 39 prédios tombados inclusive pelo Fundo das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) estão na lista de risco da Defesa Civil. Segundo Moraes, há 59 casarões com problemas de instalação e com risco iminente de incêndio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.