54 pessoas são socorridas após ataque de abelhas durante missa

Dos atendidos, 22 eram crianças; celebração era realizada em quadra de escola em Ipatinga (MG)

Leonardo Augusto, Especial para O Estado de São Paulo

13 Outubro 2018 | 15h50

Belo Horizonte - Fiéis que participavam de uma missa em uma escola foram atacados por abelhas no início da noite desta sexta-feira, 12, em Ipatinga, cidade na região leste de Minas Gerais que fica a 200 quilômetros de Belo Horizonte. Segundo a prefeitura, 54 pessoas – sendo 22 crianças - foram atendidas na rede municipal de saúde após o ataque.

A missa estava sendo realizada na quadra poliesportiva da escola, que fica no bairro Chácaras Madalena. O Corpo de Bombeiros informou que as abelhas estavam em uma das colunas de ferro de sustentação da cobertura da quadra. Para espantá-las e retirar as vítimas foi usado um fumegador. Conforme a corporação, a colmeia será retirada do local.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito Nardyello Rocha disse que um esquema especial foi montado para atendimento das vítimas, na unidade de pronto atendimento e no hospital municipal.

"É assim mesmo. Até quando a gente às vezes vai orar o inimigo levanta. Mas o importante é que todos estão sendo atendidos", disse Rocha, no vídeo.

Segundo a unidade de pronto atendimento da cidade, as vítimas sofreram com náuseas e vômito e já foram liberadas.

Mais conteúdo sobre:
Ipatinga [MG] abelha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.