64 mil servidores municipais terão cursos de capacitação até 2012

O serviço público municipal vai voltar para o banco da escola. O objetivo é capacitar e qualificar boa parte dos funcionários, em todos os níveis, dentro do projeto de reforma administrativa em curso. A Secretaria de Modernização, Gestão e Desburocratização lançou ontem o Programa Inova Gestão, que, até 2012, vai capacitar 50 mil servidores com cursos presenciais e 14 mil com cursos a distância. A Prefeitura de São Paulo emprega cerca de 148 mil servidores. "Os cursos serão voltados para o dia a dia do servidor. Primeiramente, vamos capacitar os funcionários públicos da administração direta e, mais tarde, ampliar para a indireta. A capacitação dos servidores pretende valorizar esses profissionais. Pela primeira vez, os recursos para as aulas de gestão estão concentrados na Secretaria de Modernização e não mais pulverizados em outras secretarias", avalia o secretário da pasta, Rodrigo Garcia. Com investimento de R$ 2 milhões, três cursos serão ministrados neste ano pela Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap), órgão do governo do Estado que foi contratado sem licitação. O primeiro curso, "Gestores Públicos com Ênfase na Inovação e Capacitação em Gestão de Pessoas", é voltado para 150 servidores do alto escalão, como chefes de gabinete e coordenadores de departamentos que atuam em secretarias e subprefeituras. "Ao final dos cursos, os alunos vão propor 20 projetos em áreas como saúde, transporte e educação e o prefeito vai escolher pelo menos três para implementar", explica Garcia. A iniciativa de capacitar os servidores é positiva, mas deve ser combinada com outros fatores para ter resultados efetivos, de acordo com o professor Hélio Janny Teixeira, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, especialista em gestão pública. "Outros fatores contribuem para o aumento da produtividade, como um bom recrutamento de profissionais, salários compatíveis e planos de carreira", analisa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.