75 toneladas de drogas serão incineradas em Volta Redonda

Um comboio com 75 toneladas de drogas deixou hoje a Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, em direção à Volta Redonda, no sul fluminense. Cem policiais federais acompanham os caminhões que transportarão os entorpecentes nos 1.450 quilômetros de estradas que ligam as duas cidades. Além de carros, dois helicópteros estão sendo utilizados. A previsão é de que a droga chegue em Volta Redonda amanhã e seja queimada na sexta, nos fornos da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).O evento fará parte da Semana Nacional Antidrogas e contará com a participação do ministro da Justiça, Márcio ThomazBastos. O comboio traz 73 toneladas de maconha e mais de uma tonelada de cocaína, às quais somam-se haxixe e ecstasy. Aquantidade equivale a 60% das drogas apreendidas no País nos últimos 11 meses.O gasto com o transporte, incluído o aparato de segurança, é estimado em pelo menos R$ 200 mil. No ano passado, aSuperintendência da PF no Mato Grosso do sul queimou 100 toneladas de drogas em uma siderúrgica de Corumbá, a 426quilômetros de Campo Grande, ao custo de R$ 30 mil.Críticos acusam o governo de gastar mais do que o necessário apenas para conseguir espaço na mídia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.