A arma para a renovação da frota de ônibus: multas

Aplicar multas pesadas é a arma que a Prefeitura está usando para pressionar as 52 empresas de ônibus da Capital e forçá-las a renovar sua frota. De fevereiro a março deste ano, o valor total arrecadado com autuações cresceu de R$ 229 mil para cerca de R$ 1 milhão. Até 22 de abril, haviam entrado nos cofres municipais mais R$ 686 mil. Entre as multas mais aplicadas está a por atraso de viagens (80% do total) , ônibus sujos e mal conservados e o mau comportamento do motorista. Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.