A juiz, punk confessa ter matado francês

Começou ontem no 1º Tribunal do Júri da capital o julgamento do punk Genézio Mariuzzi Filho, de 25 anos, apelidado de Antrax e acusado de ter matado com uma facada o turista francês Gregor Erwan Landouar em 10 de junho de 2007. Ontem, logo no início dos trabalhos, ele confessou ao juiz Luiz Rogério Monteiro de Oliveira ter matado Landouar, mas negou ter agredido outro homem. O turista francês morreu pouco depois de participar da 11ª edição da Parada do Orgulho Gay de São Paulo. Ele foi esfaqueado quando saía de um bar nos Jardins, na zona sul da capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.