À mesa, como convém

Lagosta não é coisa que se peça por telefone, como pizza ou sushi. Come-se em situações especiais. O lugar, a companhia, o modo de preparo, o tempo entre o fogão e a mesa, o talher, o guardanapo, a temperatura do vinho branco, a maneira de servir, tudo tem de ser especial para que o crustáceo justifique sua fama. Ou vira um camarão borrachudo, caro e sem gosto. Pense aí num rico qualquer. Pensou? Pois eu duvido que ele um dia tenha encomendado, de casa, uma lagosta delivery. Só por isso não acredito muito nessa história de que Salvatore Cacciola tenha traçado uma quentinha de lagosta em Bangu 8. Qualquer juiz entenderia o argumento. Se a defesa do ex-banqueiro inventou que ele é alérgico a frutos do mar, deve ter sido para livrá-lo do flagrante de degustação de salmão na cela, para o qual não cabe a mesma desculpa da lagosta. Do ponto de vista gastronômico, não há nada de esquisito em pedir pelo telefone um salmãozinho grelhado com batatas cozidas e salada verde, por exemplo. Concorda? EFEITO COLATERAL Depois que ganhou de Ciro Gomes o apelido "Coronelzinho de saia", a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, tem despertado as mais loucas fantasias no homem cearense. Ô, raça! Programa de homem branco Teve índio na platéia do STF que não resistiu à declaração de voto do ministro Ayres Britto, relator da ação sobre a demarcação de terras na Raposa Serra do Sol. Alguns até roncavam ao final da leitura. O barato do bronze A China vai gastar R$ 4,2 milhões premiando com R$ 83 mil cada um dos seus 51 medalhistas de ouro em Pequim. Aqui no Brasil, a mesma iniciativa custaria apenas R$ 249 mil aos cofres públicos. Essas coisas a oposição não vê. Ô, raça! Papo de bar Entreouvido depois da quarta vodca: "A Rússia ainda vai fazer o mundo sentir saudades da União Soviética." Se vai te aliviar... Chama-se "epiduroscopia" o novo tratamento contra a dor lombar. O nome assusta, mas os médicos garantem que o procedimento é "pouco invasivo". Melhor assim Ainda bem que o Brasil não ganhou muitas medalhas em Pequim. Ou São Paulo teria de promover rodízio de desfiles de campeões pelas ruas da cidade. Ontem teve engarrafamento em homenagem às meninas do vôlei. Pêlos em extinção No embate que se anuncia entre os ministros Reinhold Stephanes e Carlos Minc sobre o plantio de cana no Pantanal, ficou até agora acertado o seguinte: não vale puxão de cabelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.