A partir de janeiro, visitantes podem conhecer Manaus com os Amazon Bus

A partir de janeiro, dois ônibus vermelhos de dois andares cruzarão Manaus durante a semana mostrando 31 pontos turísticos em dois roteiros aos visitantes. Os Amazon Bus, que custaram R$ 1,2 milhão com patrocínio do governo federal, terão acesso com rampas a deficientes e as passagens devem custar o equivalente a US$ 60."Hoje há apenas seis que circulam em Salvador, mas não têm acesso a cadeirantes", disse o diretor de Marketing da Secretaria de Turismo do Amazonas, George Barreto. Uma licitação foi aberta há um mês e a empresa de turismo privada que ganhou a concessão do uso dos ônibus por dez anos vai repassar 5% do valor do bilhete ao governo estadual e 15% do que for arrecadado com publicidade. Para estimular o turismo no Estado, o amazonense que comprovar endereço terá 50% de desconto e os estudantes pagam 25% da passagem.Barreto destaca que os ônibus com 71 lugares cada terão guias e sistema de som que apresentará os pontos turísticos em seis línguas. Os roteiros terão duração de até duas horas, com 20 paradas e visitas. O Teatro Amazonas e o Centro de Instrução de Guerra na Selva são algumas das atrações.

Liege Albuquerque, MANAUS, O Estadao de S.Paulo

19 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.