A web como praça

Aleksandar Mandic, pioneiro da internet, promete fazer campanha só pela

Wladimir D?Andrade, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

Candidato a deputado federal pelo DEM, o empresário Aleksandar Mandic, um dos fundadores do iG, instalou seu comitê eleitoral em um escritório na Avenida Rebouças, em São Paulo. Mas, ao contrário de seus concorrentes, não planeja andar pelas ruas da cidade nem sair em carreata com carro de som e bandeiras.

A campanha faz jus à sua trajetória empresarial. Sua corrida ao Congresso será totalmente virtual. Mandic, que se autodenomina um "candidato 2.0", fez de um blog seu principal canal de comunicação, revelou na internet seu celular e lançou o santinho eletrônico - um cartão com sua foto e seu número enviado para usuários do iPhone.

"Creio que estou adiantado no tempo. Sou o primeiro candidato 100% online", orgulha-se. Mesmo aberto ao público, o comitê não costuma receber muitas visitas. Em compensação, seu blog já recebeu quase 6 mil curiosos. E ainda tem as redes sociais Twitter, Facebook, LinkedIn e Foursquare. Na visão dele, a campanha pela web torna mais rico o contato com a população. "Na rua, o eleitor aperta a mão, mas não conversa comigo. Na internet, a pessoa poderá fazer isso", acredita.

Suas principais propostas estão ligadas à internet. Ele promete "Wi-Fi (rede sem fio) para Todos", internet gratuita em praças, escolas e áreas comunitárias, e a Infovias - internet sem fio nas estradas pedagiadas do País. "Marechal Rondon fez rodovias, e Mandic dará Infovias", promete. Se sua campanha virtual vai "pegar", ele só saberá quando o resultado das urnas for apurado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.