Aberta temporada de concertos natalinos em SP

Pelo 7.º ano consecutivo, em meio ao trânsito da Paulista, maestro Minczuk comanda apresentações

Humberto Maia Junior, O Estadao de S.Paulo

01 de dezembro de 2007 | 00h00

Ao erguer a batuta para dar início aos Concertos de Natal Panamericano, ontem à tarde na Avenida Paulista, o maestro Renato Minczuk, de 40 anos, não só abria a temporada de concertos natalinos em São Paulo, mas começava um evento que sempre lhe rende boas lembranças. Todas vindas do contraste de tocar música clássica numa das avenidas mas movimentadas da cidade.Foi para vencer o barulho do motor de ônibus e buzinas dos motoboys que Minczuk escolheu tocar a música da abertura do filme Conan, o Bárbaro, estrelado pelo atual governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger. O maestro pede licença para que desconsiderem o filme e foquem apenas na música. "Gosto de começar com uma música de impacto."Atraída a atenção do público, ele pôde seguir a ortodoxia, com Cavatina, da ópera O Barbeiro de Sevilha, de Rossini, uma ária de Puccini até fechar com uma canção natalina: Oh Holly Night."Não posso tocar árias leves, como Ave Maria. Tenho de ?brigar? com o barulho da rua", explica o maestro, que lembra de uma situação inusitada. "Uma vez, no final de uma música, passou uma carreata de motoboys, todos vestidos com chapéus de Papai Noel e buzinando."Quando não é isso, são pedestres que se aproveitam da proximidade com o coral para tentar dar uma canja. "Sempre tem um solista engraçadinho querendo se destacar ao cantar ?Fígaro?."Até o dia 24, haverá apresentações às sextas feiras ao meio-dia. É o sétimo ano em que Minczuk comanda a festa, que pode causar arrepios aos maestros ortodoxos, que se ofendem até quando a platéia de um concerto aplaude entre um e outro movimento. "Aqui a concentração é muito maior, mas temos de manter a descontração."Já para o maestro Sílvio Baccarelli, que comanda a Sinfônica de Heliópolis na terça-feira às 19 horas no Natal Iluminado, em frente ao Teatro Municipal, tocar músicas natalinas é, antes de tudo, um momento sublime. "É muito emocionante contar, por meio da música, a história de Jesus Cristo." Por isso, a escolha por um repertório clássico de Natal, como a música Adeste Fidelis, cantada em latim, o Oratório de Natal, de Bach, e a tradicional Jingle Bells. "A música natalina engrandece a alma."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.