Acaba rebelião e Tropa de Choque entra em presídio feminino

A Tropa de Choque da Polícia Militar entrou na Penitenciária Feminina do Estado, no Carandiru, zona Norte de São Paulo. Segundo informações fornecidas pelo advogado da Comissão Nacional dos Direitos Humanos, a rebelião, que já durava 22 horas, acabou. O fim do motim foi negociado entre as rebeladas e representantes da Secretaria Estadual da Administração Penitenciária. Inicialmente, foram libertadas três reféns e sete detentas acabaram sendo transferidas. As informações dão conta ainda de que os soldados do Batalhão de Choque entraram no presídio para verificar se a situação está calma e provavelmente para iniciar a recontagem das detentas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.