EFE/Geraldo Maia
EFE/Geraldo Maia

Acaba reunião de Temer no Alvorada para discutir situação em Roraima

Nenhum dos participantes falou com a imprensa ao final da reunião

Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2018 | 16h18

BRASÍLIA - Terminou há pouco a reunião no Palácio da Alvorada convocada pelo presidente Michel Temer para discutir a situação na fronteira do Brasil com a Venezuela, depois dos tumultos ocorridos neste sábado em Pacaraima (RR). Nenhum dos participantes falou com a imprensa ao final. 

Participaram da reunião os ministros da Defesa, Joaquim Luna e Silva, da Segurança, Raul Jungmann, da Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, da Educação, Rossieli Soares, de Minas e Energia, Moreira Franco, e o secretário-geral das Relações Exteriores, Marcos Galvão. 

Neste sábado, após um assalto violento a um comerciante local, supostamente cometido por quatro venezuelanos, brasileiros entraram em confronto com imigrantes. Acampamentos improvisados foram destruídos e perto de 1.200 venezuelanos deixaram o Brasil, temendo por sua segurança. Sessenta homens da Força Nacional de Segurança estão de prontidão em Brasília. 

No entanto, segundo relato do comandante da Operação Acolhida em Pacaraima, coronel Hilel Zanatta, a situação estava calma na manhã de hoje. A recepção aos imigrantes havia sido retomada na manhã de hoje, depois de o posto ter permanecido fechado por algumas horas, para garantir a segurança do funcionário interno. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.