Aceiros impedem avanço do fogo na Serra do Japi

Os 100 voluntários que trabalham na Serra do Japi, desde terça-feira, conseguiram hoje conter as chamas, novamente, por meio de aceiros - trincheiras rasas -, no bairro Guaxinduva, na Fazenda da Cachoeira, em Cabreúva. Os ventos fortes espalharam as chamas nas últimas horas, queimando 100 hectares de mata nativa. Equipes das guardas de Jundiaí e Cabreúva continuam de prontidão, informa o subinspetor Vicente Soares. Funcionários da Secretaria de Energia do Estado passaram a percorrer diariamente os trechos das linhas de transmissão de energia, preocupados com possível blecaute, caso o fogo chegue até às redes de alta tensão que abastecem a capital. Soares diz que algumas árvores vão queimar pelos próximos dias, porque são muito grossas. "Nossas atenções são redobradas, para não espalhar o fogo até as regiões mais secas". A estiagem em Jundiaí dura 27 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.