Acerto de contas deixa dois mortos e um ferido em Recife

Dois homens morreram e um outro ficou ferido à bala, no rosto, na tarde de ontem, enquanto descansavam embaixo de uma obra de duplicação do Metrô na Estrada da Batalha, município metropolitano de Jaboatão dos Guararapes. Eles foram surpreendidos por homens armados de pistola, que chegaram em um carro, já atirando. Sandro José de França sobreviveu ao tiro e foi levado ao Hospital da Restauração, no Recife, onde seria submetido à cirurgia.Os três tinham aparência de mendigos, mas o delegado titular de Homicídios no Estado, Roberto Geraldo, descartou a possibilidade de o crime ser semelhante aos ocorridos recentemente em São Paulo contra moradores de rua. Segundo ele, o crime foi encomendado por um grupo de extermínio e visava à morte de um deles, identificado como Fabiano. "Os outros dois estavam no lugar errado, na hora errada", afirmou o delegado. Ele disse que dois suspeitos de terem participação da chacina já haviam sido identificados e estavam sendo procurados. O delegado afirmou que os três homens eram alcoólatras e pelo menos dois deles moravam em barracos numa favela próxima. Ele não soube informar porque "Fabiano" estava marcado para morrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.