Acidente com atacante Guilherme deixa dois mortos em Marília

Duas pessoas morreram e uma está gravemente ferida no Hospital das Clínicas de Marília (a 450 quilômetros de São Paulo) por causa de um acidente ocorrido às 5h20 deste sábado nas proximidades da cidade, envolvendo o jogador de futebol do Corinthians, Guilherme de Cássio Alves, de 28 anos. O centroavante estava com mais dois amigos e outras duas pessoas não identificadas em seu carro, um BMW com chapa BHF-8007. O carro, dirigido por um dos amigos, bateu de frente com um Escort de placa CTQ-2215, de Marília. O motorista Marcelo Aparecido de Souza, de 31 anos, e a sua sogra Maria Benedita Fossaluza, de 70, morreram na hora. A mulher de Marcelo, Rosilene Fossaluza de Souza, de 32 anos, que está grávida, foi internada em estado grave no Hospital das Clínicas da cidade. O acidente aconteceu na rodovia SP-333, na saída de Marília para Assis, em frente à garagem da Empresa de Ônibus Silvatur, que fica próxima a duas casas noturnas. Testemunhas contaram ao delegado Paulo Lara que o BMW, dirigido por Fabiano Travain Pardo, de 26 anos, ia em direção a Marília, cruzou a pista e bateu de frente com o Escort. Quatro viaturas do Corpo de Bombeiros ajudaram no atendimento da ocorrência, para retirar os corpos do Escort. Segundo o delegado Paulo Lara, Guilherme estava com outro amigo no carro, Júlio Cesar Zilio e mais duas moças, que fugiram logo após o acidente. O jogador do Corinthians ficou apavorado, teve um ataque histérico dizendo que ia se matar e acabou sendo tirado do local, sem ferimentos, por outros amigos e ainda não foi ouvido pelo delegado Paulo Lara. Ele vai instaurar o inquérito policial no 4º Distrito Policial para apurar as causas do acidente e responsabilidade pelas mortes. A Polícia Técnica também vistoriou o local e há indícios de bebida alcoólica (uma testemunha teria visto Fabiano Travain jogar uma lata de cerveja no acostamento da rodovia), o que será verificado através de exames cujos resultados devem sair nos próximos dias.As vítimas do acidente iam para um casamento no Paraná. Devanir Fossaluza, de 33 anos, filho de Benedita e cunhado de Marcelo, disse que o restante da família viajava numa van logo atrás do Escort. Eles tinham acabado de sair de Marília para o casamento, no qual Marcelo e a sua mulher seriam padrinhos. A filha deles, de 5 anos, também estava na van.Guilherme viajou para Marília na última sexta-feira, onde mora a sua família, para participar da eleição deste domingo. Ele foi reveladopelo Marília Atlético Clube, onde jogou como juvenil e profissional até 1992. Transferiu-se para o São Paulo (93/94) e depois foi vendido para o Rayo Vallecano, da Espanha, onde jogou de 1994 a 1997. Depois atuou pelo Vasco da Gama (98/99), Atlético Mineiro (99/02) e este ano foi para o Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.