Acidente com carro roubado mata fotógrafo no Rio

O fotógrafo Wilton de Souza, de 55 anos, morreu na tarde de hoje depois que o carro em que ele estava foi atingido por uma Mercedes Ago roubada, perseguida pela polícia. Souza era fotógrafo do Jornal do Commércio. O acidente ocorreu no centro da cidade, a poucos metros do prédio da redação. O assaltante que dirigia a Mercedes era um adolescente que aparentava 16 anos. Ele foi preso. Seus dois comparsas fugiram a pé depois do acidente.A Mercedes Ago pertence ao vice-presidente da Escola de Samba Unidos da Tijuca, Sílvio Diniz. O motorista dele, Alex Rodrigues Maggessi, de 23 anos, passava sob o Viaduto Paulo de Frontin, no Rio Comprido, na zona norte, quando foi dominado por três homens armados de pistolas. Ele passou para o banco do carona. "Eles mandaram que eu os levasse ao meu patrão. Mas desistiram quando eu disse que ele era de escola de samba", contou.Os assaltantes decidiram então "fazer um ganho" (assalto), usando a Mercedes Ago. Mas uma pessoa que assistiu ao roubo do carro ligou para a polícia, informando um possível seqüestro. Os criminosos seguiram em direção ao Morro da Providência (atrás da sede do Jornal do Commércio). Maggessi contou que o adolescente que dirigia o carro tinha dificuldade para guiar, por causa do câmbio hidramático.O rapaz cruzou em alta velocidade a Avenida Presidente Vargas, uma das mais movimentadas da cidade, ziguezagueando por entre os carros, e passou em frente à 4ª Delegacia de Polícia (Central do Brasil), onde policiais militares já o esperavam. Teve início uma perseguição, com troca de tiros. O acidente ocorreu quando a Mercedes Ago seguia pela Rua João Álvares e atravessou a Rua do Livramento, no momento em que o carro do Jornal do Commércio se preparava para entrar na garagem do prédio.O motorista do jornal, Francisco José Neto, de 73 anos, sofreu fratura na bacia. O fotógrafo Wilton de Souza foi levado em estado grave para o Hospital Souza Aguiar. Ele passou por uma laparotomia (cirurgia na barriga), mas não resistiu. Souza fotografava há 28 anos. Ele iniciou a carreira no Jornal dos Sports, como laboratorista. Já como fotógrafo, viajou por toda a Europa. Trabalhou ainda em O Dia e há sete anos estava no Jornal do Commércio. Souza era casado pela segunda vez e tinha três filhos: Michele, Monique e Wilton Júnior, fotógrafo da Agência Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.