Acidente com gás: congestionamento em SP chega a 126 km

O acidente ocorrido na Marginal Pinheiros às quatro horas da madrugada desta sexta-feira, 23, continua prejudicando o trânsito em toda zona Sul da cidade. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 10h30 a lentidão do trânsito na capital atingia 126 quilômetros, ante uma média de 37 km para o horário. A dimensão do acidente levou a CET a suspender rodízio de carros.Uma carreta tombou na pista expressa da Marginal, sentido Rodovia Castelo Branco, próximo à ponte Cidade Jardim, derrubando dez cilindros de gás butil mercaptana, dos quais dois vazaram. O gás é inflamável, mas não é tóxico; seu cheiro é muito forte e atingiu até a região do Parque do Ibirapuera, causando náuseas e dores de cabeça na população.Embora duas das quatro faixas da via expressa da marginal, no sentido Santo Amaro/Jaguaré, já tenham sido liberadas na altura da Ponte da Cidade Jardim, o trânsito ainda é muito difícil em toda a região. O congestionamento na Marginal do Pinheiros, no momento, estende-se da ponte Transamérica até a ponte Cidade Jardim, chegando a 8,7 km. A CET realiza operação comporta nos túneis Maria Maluf e Max Feffer, controlando a entrada e saída de veículos. O congestionamento atinge as principais avenidas do entorno, incluindo Faria Lima, Cidade Jardim, Luis Carlos Berrini e Bandeirantes. Segundo o gerente de operações da CET que está no local, Paulo Roberto Milano, ainda serão necessárias três ou quatro horas para que a situação seja normalizada.NáuseasQuem passou nesta manhã pela Marginal do Pinheiros, ou mora nas imediações do acidente, está tendo problemas de náuseas por causa do cheiro do gás butil mercaptana, um composto de enxofre não tóxico de odor ruim que é misturado ao gás de cozinha justamente para permitir que as pessoas percebam vazamentos. Ainda não há uma dimensão exata da área atingida pelo gás, mas sabe-se que o mau cheiro já chega às regiões do Morumbi, do Parque Ibirapuera e inclusive à região da Avenida Paulista. Moradores dessas áreas estão ligando para o Corpo de Bombeiros para informar sobre o problema. Os bombeiros pedem inclusive aos motoristas que passarem pela Marginal do Pinheiros para que não fumem, pois ainda há concentração de gás no local, o que pode oferecer risco de explosão. EstradasO congestionamento em São Paulo também prejudica o trânsito em algumas estradas na manhã desta sexta-feira. O ponto mais complicado está na Rodovia dos Bandeirantes, no trecho de chegada à capital paulista, com 10 quilômetros de lentidão, desde o quilômetro 23 até o quilômetro 13, de acordo com registro da concessionária Autoban às 9 horas. Segundo a Autoban, a melhor opção é a Rodovia Anhangüera, que apresenta lentidão menor.Pelo mesmo motivo, também o Sistema Anchieta/Imigrantes está com lentidão na chegada à cidade. Conforme a Ecovias, na Rodovia dos Imigrantes, por volta das 9 horas, havia três quilômetros de tráfego moroso e na Via Anchieta, dois quilômetros. Na Rodovia Presidente Dutra, os motoristas que trafegam no sentido Rio/São Paulo encontravam, também por volta das 9, três quilômetros de congestionamento desde o quilômetro 218 até o quilômetro 221, região de Guarulhos, em razão do excesso de veículos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.