Acidente com Monza mata três em Araras

Um acidente ocorrido na madrugada deste domingo em Araras, no interior de São Paulo, matou os três ocupantes de um Monza, que caiu no córrego que atravessa a região central da cidade. As vítimas são: Adriano Ademir Lombi, de 28 anos, Reginaldo Bertoline e Jorge Querobim Forsan, ambos de 24 anos.Lombi era quem dirigia o veículo de placa COA-5587/Araras. Ele seguia pela Avenida Dona Renata quando a queda, de aproximadamente três metros, ocorreu.No começo da manhã deste domingo, pessoas viram o carro acidentado e, então, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados.Por volta das 10h, depois de realizada a perícia técnica, os bombeiros retiraram um corpo do interior de Monza. Os outros dois cadáveres continuavam lá dentro no momento em que o veículo foi içado por um guincho. O trabalho atraiu a atenção de muitas pessoas.Rodovia do AçúcarOs quatro sobreviventes do acidente que sábado à tarde matou sete pessoas na Rodovia do Açúcar (SP-308), em Piracicaba, continuavam neste domingo hospitalizados. Na Santa Casa de Misericórdia estão Edilson da Silva Oliveira, de 34 anos; a mulher dele Janete Marques da Silva Oliveira, 32 anos, e a menina Tauane Raquel Marques, de três anos. No Hospital dos Fornecedores de Cana se encontra Gabriel Francisco Casarolo, de cinco.As 11 vítimas ocupavam o Passat de placa BLJ-2022/Piracicaba, que era dirigido por Oliveira. Ao cruzar a pista, quando trafegava por uma rotatória, o carro foi atingido pelo caminhão Volvo de placa CQH-8360/São José do Rio Preto e arrastado por dezenas de metros.Morreram: Vanderlei Casarolo, de 37 anos; a mulher Maria Aparecida Ione Casarolo, de 39; o filho Augusto Francisco Casarolo, de sete; Lissandra Marques da Silva Oliveira, de oito; Laiane Marques da Silva Oliveira, de seis; Neusa Maria Conceição Marques da Silva, de 54; e Ricardo Molina da Cruz, de 13. Lissandra e Laiane eram filhas do motorista Oliveira. Neusa, a sogra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.