Acidente com ônibus mata 14 e fere 59 em Goiás

Quatorze pessoas morreram e 59 ficaram feridas em acidente ocorrido, por volta de 22 horas, de sexta-feira, na BR-070, em Águas Lindas de Goiás, a 50 km de Brasília, município do Entorno do Distrito Federal. Um ônibus da empresa Taguatur caiu de uma ribanceira depois de colidir com um Monza que tentou ultrapassá-lo num trecho estreito e de pouca visibilidade, segundo registros do Corpo de Bombeiros. Os passageiros do ônibus estavam, em sua maioria, voltando do trabalho na cidade de Taguatinga.Testemunhas do acidente disseram a agentes da Polícia Rodoviária Federal que Eliânio de Jesus, motorista do Monza, tentou ultrapassar indevidamente o ônibus. Acabou colidindo de frente com um Gol que vinha em sentido contrário e bateu ainda no ônibus. O motorista do coletivo, Jesus García, 41 anos, perdeu a direção e capotou. O ônibus caiu numa ribanceira de cerca de 50 metros. Alguns disseram que García dirigia acima da velocidade máxima da pista. As informações foram dadas pelo agente rodoviário federal Leonardo Acássio. Há dois anos na Taguatur, Jesus García era casado, pai de duas crianças. Pelo trabalho, recebia R$ 800 por mês. "Os motoristas da empresa sempre reclamam das condições da pista", disse o supervisor de tráfego da Taguatur, Pedro Caldas. Ele disse não ter dados sobre as circunstâncias do acidente.Das vítimas fatais, dez morreram no local do acidente. Na lista de mortos estão os motoristas do ônibus e do Gol, que não havia sido identificado. Dez carros e um helicóptero do Corpo de Bombeiros foram deslocados para a BR-070. O trabalho de remoção e atendimento às vítimas do acidente durou toda a madrugada. Os feridos foram levados para três hospitais do Distrito Federal. O Hospital Regional de Taguatinga atendeu 26 pessoas. Destas, três morreram na unidade de saúde. Até às 12 horas de hoje, o Hospital de Base do Distrito Federal e o Hospital Regional de Ceilândia, que também atenderam feridos no acidente, não tinham divulgado a lista dos pacientes e o estado clínico dos que ainda estavam internados. A Polícia Civil de Goiás abriu inquérito para apurar as circunstâncias da colisão. O motorista do Monza poderá responder por homicídio culposo, como prevê o Código Nacional de Trânsito.A BR-070, que liga Brasília a Cuiabá (MT), é a mais perigosa das oito rodovias federais na área do Distrito Federal, na avaliação do Corpo de Bombeiros. A pista apresenta grande fluxo de veículos na região de Entorno e nas proximidades do centro da capital federal. A duplicação da rodovia é uma reivindicação antiga dos moradores das cidades da região, onde ocorreu uma explosão demográfica nos anos 80 e 90, com a chegada de migrantes nordestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.