Acidente de ônibus mata um e fere 31 na Dutra

Veículo, com 48 passageiros, sai da pista na altura do km 73, em Aparecida

Simone Menocchi, do Estado

15 Julho 2007 | 16h56

Uma pessoa morreu e 31 ficaram feridas em um acidente com um ônibus de romeiro, na manhã deste domingo, 15, na via Dutra, na chegada do município de Aparecida, no Vale do Paraíba. O ônibus seguia da cidade de Caieiras, na grande São Paulo e levava 48 passageiros. Por volta das 7 horas o motorista Claudionor da Silva perdeu o controle do veículo, no km 73 da pista São Paulo-Rio de Janeiro, subiu em um canteiro e acabou caindo em uma valeta, às margens da rodovia. O motorista contou que foi fechado por um caminhoneiro. "Eu estava na pista da direita, quando o caminhão, ao me ultrapassar, me fechou. Tentei desviar, mas não deu, cai em um buraco e foi isso aí". Silva lamentou o acidente e estava em estado de choque. "Eu estava quase chegando. Tinha que me acontecer isso". Com o impacto, a passageira Fernanda de Godoy, de 28 anos, teve o corpo esmagado entre o ônibus e o barranco e morreu no local. Ela viajava com a mãe e uma irmã. "Foi a hora dela, tinha que vir aqui pra morrer", lamentou o amigo, que também estava no ônibus, Claudino da Silva. "Estou com as minhas tias, meus irmãos e acho que foi minha mãe que ficou mais ferida, ainda não sei". Alguns passageiros ficaram presos no ônibus e foram retirados por equipes do Corpo de Bombeiros e do resgate da Nova Dutra, empresa que administra a rodovia. As vítimas foram encaminhadas aos hospitais de Guaratinguetá, Aparecida e Roseira. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal houve lentidão no trecho, próximo à entrada de Aparecida, por duas horas. Por volta das 10 horas da manhã a pista foi totalmente liberada.

Mais conteúdo sobre:
Dutra acidente de ônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.