Acidente deixa funcionária da TAM em coma

Ela fez limpeza de Airbus em SP e escada foi retirada quando saía; há suspeita de morte cerebral

O Estadao de S.Paulo

09 de janeiro de 2008 | 00h00

A funcionária da TAM Deonice Santana, de 31 anos, está internada em estado de coma desde segunda-feira, após cair de um Airbus A340 da companhia que estava estacionado no pátio do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ela trabalhava na limpeza interna da aeronave e caiu porque a escada teria sido retirada no momento em que iria descer do avião.Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos, Orisson Melo, o acidente aconteceu por volta das 14 horas de segunda-feira. "Provavelmente, o carro-escada arrancou no mesmo momento em que ela deu um passo para fora. Aí, ela perdeu o equilíbrio e caiu", afirma. "Para termos certeza, seria importante investigar através das câmeras da Infraero."Deonice foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Guarulhos. Ela deu entrada com traumatismo craniano. De acordo com a Secretaria da Saúde paulista, existe a suspeita de morte cerebral. A confirmação desta hipótese dependia de um exame cujo resultado deve sair hoje. Em nota, a TAM informou que "está prestando toda a assistência à funcionária e aos seus familiares e aguarda novo boletim médico sobre seu estado". A empresa apura as causas do acidente. FOGO EM HELICÓPTEROUm incêndio num helicóptero usado em passeios turísticos, na hora da decolagem, deixou três pessoas feridas ontem em Porto Seguro, no sul da Bahia. Os passageiros Letícia Cerqueira, Joelma Oliveira e Rubens Fernandes foram levados para o Hospital Luís Eduardo Magalhães. Letícia e Joelma foram liberadas ontem, mas Fernandes permaneceu em observação devido a um traumatismo craniano. Segundo relato dos feridos, o piloto, conhecido como Rufino, saltou do aparelho logo que percebeu o incêndio, no heliporto da barraca de praia Tôa-Tôa, uma das mais sofisticadas da orla. A polícia abriu inquérito para apurar as causas do acidente. ELVIS PEREIRA, VITOR HUGO BRANDALISE E PAULO LEANDRO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.