Acidente e quedas de árvores complicam trânsito em São Paulo

O motorista que trafega pela capital paulista na tarde desta quinta-feira enfrenta um congestionamento de 59 quilômetros, abaixo da média registrada para o horário das 18 horas, às quintas-feiras de março do ano passado, que é de 92km. Uma árvore caiu na Rua Serra De Bragança, na altura do número 1.736, e atingiu um carro e a fiação elétrica. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o acidente aconteceu por volta das 16h30 e ocupa totalmente a via. Ninguém se feriu. O tráfego está sendo desviado para as ruas Francisco Marengo e Cantagalo. Uma outra árvore, de grande porte, caiu e atingiu a fiação elétrica da Rua Antonio de Barros, na altura do número 2.551. Segundo a CET, o acidente aconteceu por volta das 16 horas e ocupa os dois sentido da via. Ninguém ficou ferido. O trânsito está sendo desviado para as ruas Vale Formoso e Nova Jerusalém. Na esquina Rua Fidalga com a Rua Inácio Pereira da Rocha, na Vila Madalena, também houve a queda de uma árvore.Piores trechosOs trechos mais congestionados na cidade estão na Marginal do Tietê, pista expressa, sentido Lapa-Penha, da Ponte Freguesia do Ó até a Rua Azurita, onde a lentidão é de cerca de oito quilômetros. Na Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, pista expressa, o engarrafamento é de aproximadamente sete quilômetros e meio, desde as proximidades da Rua Alexandre Mackenzie até a Ponte Ary Torres, onde aconteceu um acidente entre um carro e uma moto da Polícia Militar, por volta das 15 horas. A vítima foi encaminhada ao Pronto-socorro da Lapa. Já na Avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal Pinheiros, o motorista reduz a velocidade por cerca de seis quilômetros e meio, do Viaduto Dante Delmanto até a Marginal do Pinheiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.