Acidente em rodovia de SC deixa ao menos 26 mortos e 87 feridos

Dois acidentes num mesmo local na noite de terça-feira, envolvendo um ônibus e duas carretas, deixaram aos menos 26 mortos e 87 feridos na altura do quilômetro 630 da BR-282, na cidade de Descanso, em Santa Catarina, informou a Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina. O primeiro acidente ocorreu por volta de 19h30, entre uma carreta e um ônibus, que transportava ao menos 40 passageiros e viajava de Chapecó para São José do Cedro, segundo um soldado do Centro de Operações Militares de Chapecó. O caminhão fazia uma ultrapassagem quando colidiu de frente com o ônibus que levava trabalhadores de uma cooperativa rural. Com o impacto, o ônibus caiu em uma ribanceira, matando sete pessoas na hora. O motorista do caminhão também morreu. Segundo a polícia, a rodovia foi então fechada nos dois sentidos e uma fila de 2 quilômetros se formou no local à espera do trabalho de resgate. Cerca de uma hora e meia depois, um caminhão ignorou uma fila de carros de um dos lados da rodovia e seguiu na contramão sem conseguir frear, atingindo membros de equipes de resgate e outras pessoas que estavam na área. Três bombeiros, um policial militar e um cinegrafista da RBS TV, afiliada da Rede Globo, morreram. Os feridos foram levadas para hospitais da região. "A principal suspeita é uma falha no sistema de freios", disse Adriano Siamoncini, do núcleo de comunicação da Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina. O motorista está sob custódia em um hospital e deverá prestar depoimento assim que se recuperar. Na manhã desta quarta-feira, as equipes de resgate tentavam retirar o ônibus do primeiro acidente do barranco. Segundo Siamoncini, é possível que mais corpos sejam encontrados. A cidade de Descanso fica a 680 quilômetros de Florianópolis. (Por Henrique Melhado Barbosa)

REUTERS

10 Outubro 2007 | 10h32

Mais conteúdo sobre:
ACIDENTE SC ONIBUS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.