Acidente entre 2 carros deixa sete mortos e quatro feridos na Bahia

Segundo a PRF, é possível que o motorista de um dos veículos tenha perdido o controle tentando uma ultrapassagem 

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

20 de novembro de 2014 | 19h34

SALVADOR - Uma colisão frontal entre dois carros na BR-101, entre os municípios de Entre Rios e Esplanada, no norte da Bahia, deixou sete mortos, dos quais três crianças de 12 a 14 anos, e quatro feridos em estado grave, entre eles três outras crianças, no fim da manhã desta quinta-feira, 20. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, ainda não se sabe a causa do acidente, mas há indícios de que o motorista de um dos veículos, um Renault Clio, tenha perdido o controle tentando uma ultrapassagem em local proibido ou desviando de algum animal, já que a pista está escorregadia após quatro dias de chuva constante na região. O carro atingiu um táxi, modelo Chevrolet Corsa, que seguia no sentido contrário, com três pessoas.

Cinco das vítimas estavam no Clio, o motorista, Alex Santos Sales, a passageira Ironildes Santos e as três crianças, que estudavam em Entre Rios e voltavam para casa, no município vizinho de Conde. Além deles, outras três crianças viajavam no banco de trás do carro. Elas ficaram gravemente feridas e foram levadas para o Hospital Regional Dantas Bião, na cidade de Alagoinhas. 

No táxi, estavam o motorista, identificado apenas como João, a professora de matemática Rita de Cássia Pereira, e sua mãe, Maria José Pereira. Moradora de Esplanada, Rita levava a mãe para um tratamento médico na cidade de Alagoinhas, na mesma região. Maria José morreu no local do acidente. A professora chegou a ser resgatada com vida, mas não resistiu aos ferimentos. O motorista do táxi segue internado, em estado grave, no Hospital Dantas Bião.

Tudo o que sabemos sobre:
Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.