Acidente entre caminhão e carro deixa um morto e sete feridos em Minas

Uma pessoa morreu e sete outras ficaram feridas na manhã desta segunda-feira, 9, em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, vítimas de um acidente envolvendo um caminhão carregado de cerâmica. De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 8 horas, o motorista Eduardo Gonçalves de Azevedo, 23 anos, teria perdido o controle do veículo quando descia a Avenida Presidente Kennedy, no bairro Vila Madeira.Desgovernado, o caminhão, que transportava uma carga com 4,7 mil quilos de cerâmica, tombou após fazer uma curva na esquina com a rua Vereador João Furtado. Atingiu uma loja, derrubou um muro e bateu em uma caminhonete, que foi arrastada.Os dois veículos derrubaram um poste de iluminação e só foram parar em um ponto de ônibus. A carga de cerâmica ficou espalhada na área do acidente.Um dos três passageiros do caminhão, Leandro Melo Souza, de 26 anos, morreu no local. O motorista e os outros dois passageiros - que não haviam sido identificados - sofreram ferimentos e foram levados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na capital mineira.Três mulheres que estavam no ponto de ônibus - Geralda Ferreira de Morais, 65 anos; Nilza de Souza, 42, e Vanda Patrícia dos Anjos, 31 anos - sofreram ferimentos leves e foram socorridas por populares. A dona de uma lanchonete nas proximidades, Eledina Pastora Monteiro, de 57 anos, sofreu um corte no pé. Segundo a PM, elas foram encaminhadas para o hospital Nossa Senhora de Lourdes, em Nova Lima. As vítimas receberam alta no final da manhã.O motorista da caminhonete Nissan, Ricardo Augusto da Silva Bello, 41 anos, não sofreu ferimentos. "O caminhão descia com muita velocidade, acho que sem freio, tombou e me jogou em cima do ponto de ônibus", contou Bello, ainda abalado.O acidente gerou confusão no trânsito, que precisou ser interditado. Foram registradas outras duas colisões nas proximidades, mas sem gravidade. Com a queda do poste da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), cerca de três mil moradores da região ficaram sem luz até o fim da manhã, quando a energia foi restabelecida. A perícia esteve no local e vai indicar a causa do acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.