Roberta Bourguignon
Roberta Bourguignon

Acidente entre carreta, ônibus e ambulâncias deixa ao menos 21 mortos no ES

Algumas vítimas foram arremessadas para fora dos veículos e outras, carbonizadas em Guarapari; 5 estão em estado grave

Lucas Gayoso e Vinícius Rangel, Especiais para o Estado

22 de junho de 2017 | 09h39
Atualizado 22 de junho de 2017 | 21h56

VITÓRIA - Um acidente entre uma carreta, um ônibus e duas ambulâncias na BR-101, em Guarapari, no Espírito Santo, matou 21 pessoas na manhã desta quinta-feira, 22. O ônibus levava 32 pessoas – 31 passageiros e o motorista – de São Paulo até a capital capixaba. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 19 mortos estavam no ônibus, um na carreta e outro conduzia uma das ambulâncias. Algumas vítimas foram arremessadas para fora dos veículos e outras, carbonizadas. 

A PRF informou ainda que havia 21 feridos – cinco estavam hospitalizados em estado grave em unidades médicas de Serra e Vila Velha, na Grande Vitória. Algumas pessoas foram retiradas com a ajuda de helicópteros da Polícia Militar.

Segundo a PRF, a carreta, que transportava pedra de granito com cerca de 35 toneladas, invadiu a contramão e bateu no ônibus. As ambulâncias seguiam na pista e também se envolveram no acidente. O trânsito na rodovia só foi liberado no fim da tarde. 

Ainda não houve conclusão sobre a causa do acidente, mas a apuração preliminar da Polícia Civil indica que houve falha mecânica na carreta, o que teria provocado um estouro de um dos pneus do veículo. A rocha que estava na carreta atingiu o ônibus, que tombou e começou a pegar fogo pelos fundos, segundo passageiros relataram à polícia.

O coletivo saiu na tarde de quarta-feira de São Paulo e tinha chegada prevista a Vitória às 7 horas desta quinta. 

Assistência.

Em nota, a Viação Águia Branca, responsável pelo ônibus, lamentou o acidente e informou que toda a diretoria da empresa continua acompanhando de perto todas as providências necessárias, “sem medir esforços para o apoio aos passageiros e familiares”. Ainda disse que “todas as circunstâncias do acidente estão sendo apuradas” e está contribuindo com todas as informações aos órgãos competentes. O governo capixaba fez nesta quinta uma força-tarefa em hemocentros para intensificar a coleta de sangue e ajudar na assistência médica às vítimas. 

 

Mais conteúdo sobre:
GuarapariEspírito Santo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.