Acidente interdita pistas da Avenida Brasil no Rio

As pistas de subida e descida da Avenida Brasil foram interditadas na tarde desta sexta-feira, depois que um caminhão-tanque bateu contra a pilastra de uma passarela, derrubando-a. O veículo transportava 30 mil litros de óleo diesel e houve risco de explosão.O acidente ocorreu próximo ao bairro de Deodoro, na zona norte do Rio, e o engarrafamento no local ultrapassou dez quilômetros. O motorista do caminhão morreu na hora. De acordo com testemunhas, o caminhão-tanque estava sendo ultrapassado por uma carreta em alta velocidade, por volta das 15h30.O motorista Paulo César da Rosa Perdigão perdeu a direção, subiu no canteiro central e bateu na pilastra da passarela de pedestres. A passarela cedeu e caiu sobre o caminhão. Os destroços perfuraram o tanque, espalhando o óleo pela pista. O trânsito foi interditado, porque havia o risco de explosão.?Enquanto houver o risco de explodir, o aparato de segurança não será retirado?, afirmou o diretor da Defesa Civil do município, coronel João Carlos Mariano, logo após o acidente. A operação para retirada do óleo durou cinco horas, e só terminou às 20h30. No início da noite, duas vigas de sustentação da passarela foram içadas por um guindaste.O caminhão e o corpo do motorista permaneciam no local. A previsão é de que a pista seria liberada à 1h30. A operação para liberação da Avenida Brasil reuniu dezenas de homens da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Secretaria de Transportes, Secretaria de Obras e da Companhia de Engenharia de Trânsito. Por causa do engarrafamento, a Supervia, que opera o sistema de trens, colocou composições extras para atender a população.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.