Acidente mata um e fere quatro na Rodovia Fernão Dias

Uma pessoa morreu e pelo menos quatro ficaram gravemente feridas num acidente ocorrido esta madrugada na Rodovia Fernão Dias. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 5h, sentido Belo Horizonte-São Paulo, na altura do quilômetro 44, em Atibaia. Um ônibus da Viação Gardênia que seguia em direção à capital paulista e um caminhão acabaram batendo naquele trecho. O motorista do caminhão, José Carlos Xavier, morreu. Os feridos foram levados para o Pronto-Socorro do Hospital de Atibaia. No início da manhã, a faixa da direita permanecia interditada ao tráfego, e havia um quilômetro de congestionamento.Na Rodovia Castelo Branco, houve um engavetamento, por volta das 6h, no sentido interior-capital, na altura do quilômetro 25, região de Barueri, na Grande São Paulo. No local, cinco veículos colidiram, mas, de acordo com a Viaoeste, concessionária que administra a estrada, já foram retirados da pista. Não houve vítimas. Por volta das 8 horas, havia seis quilômetros de congestionamento, desde o quilômetro 31 até o local do engavetamento. No sentido contrário, havia lentidão de três quilômetros, desde Alphaville até o Barueri, entre os quilômetros 22 e 25. PM morto na Anhanguera Um policial militar morreu num acidente que ocorreu no início da manhã de hoje na Rodovia Anhanguera. De acordo com a concessionária Autoban, que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, o acidente aconteceu por volta das 6h10, na altura do quilômetro 101, região de Campinas. Um Voyage que viajava no sentido interior se desgovernou, atravessou a pista e colheu um Apolo, que vinha no sentido contrário. O motorista do Voyage, identificado até agora como PM Ortigosa, morreu. Outra pessoa ficou ferida e foi internada no Pronto-Socorro da Unicamp. Por causa do acidente, houve dois quilômetros de congestionamento na área, entre os quilômetros 103 e 101.O trânsito só se normalizou por volta das 10 horas da manhã. Segundo a concessionária Autoban, os veículos acidentados foram levados para o acostamento, liberando a pista para o tráfego às 6h30; porém, devido à curiosidade dos motoristas, houve lentidão até as 10 horas. O maior índice de congestionamento registrado na região em função do acidente foi de 3 quilômetros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.