Acidente na Marginal Tietê mata 4 pessoas

A alta velocidade e a algazarra dos acupantes do auto Voyage marrom de placa CCG-6939, que trafegava pela Marginal do Rio Tietê, por volta das 5h da madrugada, terminou com o carro, desgovernado, se chocando contra um poste, a 100 metros da Ponte Júlio de Mesquita Neto. O veículo rompeu-se em dois, e o motorista e os três passageiros morreram.Várias pessoas, que estavam em outros veículos, transitando no sentido Penha-Lapa, no trecho em que a Marginal se chama Av. Assis Chateaubriand, viram os rapazes com as cabeças para fora das janelas, gritando e rindo, naquele carro, que estava a mais de 120 km/h.O carro era dirigido por Ronaldo Adriano de Souza, de 21 anos, que trabalhava numa conhecida loja de venda de móveis e morreu imediatamente após o choque contra o poste. De seus colegas, apenas Rodrigo do Nascimento Queiroz, de 23 anos, estava vivo, quando os paramédicos do Resgate chegaram ao local. Os demais, Tiago Sandis da Costa, de 21 anos, e Antonio Flávio da Silva, também já haviam morrido.Em vão tentou-se reanimar Rodrigo. Ele também faleceu antes que houvesse condições de ser removido para um hospital. O inquérito desse acidente foi instaurado no 40º DP - Vila Santa Maria. A suspeita é de que o grupo estivesse alcoolizado e que, naquele ponto, onde há uma ligeira curva, o motorista tenha se distraído com as brincadeiras dos demais, perdendo o controle da direção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.