TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Ações da Taurus disparam após publicação de decreto de Bolsonaro que facilita porte de armas

Advogados, residentes de área rural e conselheiros tutelares estão entre os profissionais contemplados no decreto 9.785

Wagner Gomes, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2019 | 12h29

Um decreto do presidente Jair Bolsonaro que facilita o porte de armas para um conjunto de profissões, como advogados, caminhoneiros e políticos eleitos, fez as ações da Taurus Armas dispararem na manhã desta quarta-feira, 8. Por volta do meio-dia, os papéis PN tinham alta de 21,62% e estavam entre as maiores altas da bolsa. O volume de transações na bolsa envolvendo a ação cresceu bastante no ano passado, em meio ao cenário eleitoral e a posição favorável de Bolsonaro ao armamento da população.

Nesta quarta-feira, o governo federal publicou o decreto 9.785 do presidente Jair Bolsonaro, que facilita o porte de armas de fogo para uma série de categorias de profissionais e não só para caçadores, atiradores esportivos, colecionadores (CACs) e praças das Forças Armadas, como foi destacado pelo governo. Veja aqui a íntegra do decreto.

Na lista, há advogados, residentes de área rural, profissional da imprensa que atue na cobertura policial, conselheiro tutelar, caminhoneiros e profissionais do sistema socioeducativo. Entenda o que muda com o decreto que facilita a posse de armas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.