Ações de controle foram criticadas por Lula

Órgãos de controle e fiscalização foram alvos de críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante todo o seu governo. O Tribunal de Contas da União (TCU) sofreu ataques do presidente pela inclusão de empreendimentos estratégicos do governo na lista de obras com recomendação de paralisação por apresentarem problemas.

, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2010 | 00h00

Lula se queixou das restrições feitas pelo tribunal a obras incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Para Lula, essa ação era exagerada.

O presidente reclamou até de órgãos de fiscalização mais específica, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), pelas restrições impostas aos projetos do governo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.