Detran-PI e Polizia di Stato
Detran-PI e Polizia di Stato

Acordo de CNH entre Brasil e Itália entra em vigor em janeiro

Motoristas dos dois países poderão converter suas cartas das categorias 'A' e 'B' sem a necessidade de exames práticos ou teóricos

O Estado de S.Paulo

24 Novembro 2017 | 19h15

ROMA - O acordo de reconhecimento recíproco de carteiras de habilitação entre Brasil e Itália deve entrar em vigor até a metade de janeiro de 2018. Segundo a Embaixada brasileira em Roma, o país europeu foi notificado oficialmente da ratificação do tratado pelo Congresso em 13 de novembro, durante reunião entre os ministros das Relações Exteriores Aloysio Nunes e Angelino Alfano. 

 

"Conforme os termos do acordo, ele entrará em vigor no plano internacional 60 dias após essa data", diz um comunicado da Embaixada no Facebook. Ou seja, o tratado passará a valer no dia 12 de janeiro.

+++ Reconhecimento de CNH por Brasil e Itália avança no Congresso

+++ Kombi com mais de R$ 25 mi em multas é apreendida na zona leste

No Brasil, o texto foi aprovado pelo Congresso em outubro. Na Itália, onde não há a necessidade da passagem legislativa, os procedimentos para a ratificação do tratado foram finalizados pouco depois de sua assinatura, ocorrida em novembro de 2016.

O acordo permitirá que cidadãos dos dois países convertam suas cartas de motorista definitivas - nas categorias "A" e "B" - sem a exigência de submeter-se a exames práticos ou teóricos.

 

Atualmente, um brasileiro com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por exemplo, precisa fazer todas as provas necessárias para ser habilitado na Itália. No entanto, o benefício valerá apenas para cidadãos que solicitarem a conversão antes de completar quatro anos no outro país. /ANSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.