Acusada de lesar empresa aérea é presa

A polícia do Rio prendeu ontem Samantha Rama, de 41 anos, acusada de integrar uma quadrilha que lesou em mais de R$ 1 milhão uma companhia aérea ao vender passagens pela metade do preço, usando dados furtados de cartões de crédito. No mês passado, outras três pessoas foram presas. Entre os clientes havia até jogadores de futebol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.