Acusada de matar filhos é agredida na cadeia

A dona de casa Elisângela Rosa Camargo, de 25 anos, acusada de matar os dois filhos com uma serra elétrica, na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo, foi agredida por outras detentas na manhã desta quinta-feira, 9.De acordo com a Polícia Civil, Elisângela estava sozinha em sua cela na cadeia feminina de Itupeva, também no interior do Estado, e quando o carcereiro foi levar café da manhã às outras presas, elas o empurraram e entraram na cela da dona de casa, que acabou levando socos. A polícia registrou um boletim de ocorrência e deve investigar se houve negligência dos funcionários da cadeia de Itupeva.Apesar dos ferimentos serem leves, o episódio levou a presa a ser transferida, na tarde desta quinta-feira, 9, para a Cadeia Pública de Bom Jesus dos Perdões, também no interior do Estado, onde ela deve permanecer sozinha na cela. Porém sua permanência na cadeia é temporária.Assim que Elisângela chegou na prisão, o Departamento de Polícia Judiciária do Interior 2 (Deinter-2), de Campinas, solicitou sua remoção para algum Centro de Detenção Provisória (CDP) da Secretária da Administração Penitenciária (SAP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.