Reprodução
Reprodução

Acusada de matar namorado em motel em Niterói estaria grávida, diz polícia

Informação foi dada por amigo e ex-mulher da vítima; segundo delegada, Verônica se contradisse

Solange Spigliatti, Central de Notícias

17 de maio de 2011 | 12h10

SÃO PAULO - A estudante Verônica Verone, de 18 anos, suspeita de matar o namorado, o empresário Fábio Gabriel Rodrigues, de 33 anos, em um motel de Niterói, na região metropolitana do Rio, na semana passada, estaria grávida, segundo informações da Polícia Civil.

 

Durante depoimento realizado ontem na 77ºDP, em Icaraí, a ex-mulher do empresário disse, segundo a polícia, que sabia sobre a relação amorosa dos dois e revelado que Verônica teria ficado grávida de Fábio. A informação também foi confirmada durante depoimento de um dos amigos da vítima, para quem Fábio teria confidenciado que seria o pai da criança.

 

Durante oitiva de Verônica, foram constatadas várias contradições, segundo informações da delegada Juliana Rattes. Em uma delas, a acusada disse que não teria tido relações sexuais e logo depois confirmado uma relação amorosa que começou em janeiro deste ano. Além disso, a delegada disse que não há confirmação de que Verônica usava medicamentos para tratar problemas psiquiátricos, como alega seu advogado.

 

As imagens das câmeras do circuito interno do motel já foram entregues à polícia. Elas mostram um homem ainda não identificado dirigindo a picape branca de Fábio. A jovem confessou o crime, alegando que estava com raiva do namorado. Ela deverá ser transferida ainda nesta terça-feira para a carceragem feminina em Magé, de acordo com a polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.